Stalk Show – O blog é só meu?

Blogsfera otaku.

Olá leitores inexistentes, meu convidado de hoje no STALK SHOW é alguém influente na blogsfera otaku, seja em podcasts ou em colunas críticas. Evilásio Junior, de um blog que eu gosto muito chamado Anime Portfolio! Agora parando com essa lustração de bolas, dá um “oi” para a galera que lerá essa postagem, mesmo que não seja muito gente.

Me senti quase uma web celebrity agora!
Olá a todos! Me sinto honrado em participar desta entrevista, espero que gostem!

Primeiro, conte-me sobre seu blog. O que posta nele, quais seus objetivos com ele (dominação global) e quem é da equipe dele também.

1 – Com relação ao objetivo do blog irei me parafrasear o texto “O que é o Anime Portfolio? ” que é um dos destaques da barra lateral do site, por falta de uma frase melhor.
“O objetivo resumido do blog e meu próprio é o de tentar divulgar e aumentar o número de fãs das animações e quadrinhos Japoneses!”
E quanto a dominação mundial… estou usando outros artifícios pra quem sabe chegar lá um dia, afinal como diria o Dr. Gori: Meu objetivo é a conquista!

2 – Hoje em dia o blog apresenta tanto análises críticas sobre o mercado, resenhas de obras vistas pelos autores, podcasts, áudio postagens, postagem de animekês e até pequenos textos com algumas notícias envolvendo a indústria de anime ou mangá (esse semanais). Além disso, existem diversas matérias especiais sobre personagens, estúdios, diretores famosos, mangakas renomados dentre outro tipo de conteúdo.

3 – Na prática o único autor que posta com algumas regularidade sou eu, mas ao todo temos cerca de 13 autores que já escreveram ao menos uma postagem para o blog e inclusive a primeira postagem sobre um anime no blog não é minha.
Minha política quanto a autores sempre se manteve a mesma e simplificadamente diz que qualquer um pode ser autor do Anime Portfolio, basta querer escrever textos com suas opiniões sobre animes e mangás, não temos pretensão de ser um site de notícias, muito menos imparcial. Ninguém será forçado a postar, o autor pode escrever quando quiser sobre o que quiser dentro da temática do blog, mas claro que eu sempre dou uma revisada no post dos autores apenas para corrigir eventuais erros nos textos, para ver se não apresentam linguagem de baixo calão e para ter certeza que não desvirtua da proposta do blog.

http://animeportifolio.wordpress.com/anime/o-que-e-o-anime-portfolio-afinal/

http://animeportifolio.wordpress.com/ajude-nos-a-divulgar-as-animacoes-japonesas/

*se inscrevendo para postar no Anime Portifolio..* OH, OPA. *esconde papel* Eu estava só jogando jogo da velha pessoal, não vou largar vocês por nada. Você tem cara de que já faz artigos há tempos (é só um palpite na verdade), o que você pensa na hora que você pega, se inspira, escreve um artigos enorme e simplesmente não tem nenhum feedback? 

Ter feedbacks sempre é muito bom, mas eu admito que já fico feliz quando vejo que alguém leu o blog. Como um leitor de muitos blogs e ouvintes de muitos podcasts sei que não tem como comentar sempre, as vezes mesmo porque não se tem nada a acrescenta, então já não me importo tanto com isso como no começo do blog, mesmo porque vejo que felizmente mais e mais pessoas estão o acessando.

Admito que as vezes me chateio um pouco quando um texto de um anime que gosto muito tem muito menos acesso que o de outro que não gosto tanto assim, mas fazer oq?

Por fim, ainda que sejam poucos os que comentam em detrimento dos que leem, cada comentário me deixa feliz e leio todos, até aqueles que são tão grandes quanto o texto que escrevi, pois eles sempre complementam o que falei e me dão um novo ânimo para contiuar. A mim cabe a felicicidade de ter poucos trolls e hatters comentando no blog, esse preferem usar o twitter e lá é terra de niguém mesmo…

Voltando um pouco ao começo da entrevista, você disse que o principal objetivo do seu blog seria tentar divulgar para o maior número de pessoas animações e quadrinhos japonêses. Você não acha que eles tem que começar a gostar primeiro antes de vir ler seu blog? Brincadeira não é essa a pergunta. Porque você acha importante a divulgação desse tipo de conteúdo para a juventude do “burajiru” que por sua maioria só pensa.. em ter vida social?

Eu poderia dar voltas e voltas dizendo como os anime e mangás me fizeram aprender coisas boas, mas o fato é que eu busco primordialmente nestas mídias uma forma de se divertir e como eu consigo me divertir muito com elas é que eu quero divulgá-las para que outras pessoas também possam se divertir, logo, sei que muita gente não vai mesmo se interessar por esse tipo de coisa por ter outros hobbys, mas para muita gente esse é um hobby muito importante. Posso garantir que eu seria um pessoa bem mais infeliz em minha adolescência e por consequência hoje se eu não gostasse de animação. Fora que eu passei gostar de muitas outras coisas por causa disso. Por exemplo, hoje sou um cinéfilo em parte por causa de minha paixão por animação, leio quadrinhos e livros de todos os cantos do mundo por causa disso. Gosto de Basquete, futebol, baseball e outros esportes por causa de animes. Animes e Mangá me divertiram e me divertem muito até hoje e embora não objetive fazer todos os leitores ter a paixão por essas mídias como parte da vida, quero que eles se divirtam também. E o mais legal é que com o tempo que passei conhecendo e estudando essas mídias posso com convicção garantir que existem animes e mangá para todos os públicos, basta a pessoa ultrapassar a barreira do preconceito.

E com relação a primeira pergunta… graças ao google no precisa gostar tanto assim de animes não pra chegar no blog, o primeiro poste a ter mais de 1000 pageviews no meu blog foi um sobre Witch Hunter Robin, o motivo foram as pessoas atrás do termo “Witch”. E um dos postes com mais pageviews atualmente é o de B gata H kei, devido em parte as pesquisas por “gata” =D. Hoje mesmo alguém chegou no meu blog porque procurava por “descascando cebola”.

É sério esse negócio de pessoas vindo para o blog através de pesquisas, mas a maioria das vezes é pesquisas envolvendo putaria. Agora mesmo que abri as tags e achei “Sandy Pobre”. Mas voltando a entrevista. O que você acha dá blogsfera otaku? O que falta? O que já tem muito? O Philosophy Otaku deveria acabar porque não tem relevância? ignora a última pergunta.

Inception.

Acho que Blogosfera Animística (como muitos chamam) cresceu absurdamente nos últimos 2 anos, mas ainda estamos muito a quem do que há lá fora e olha que leio poucos blogs e sites estrangeiros, mas muito disso também é culpa do nosso mercado nacional, que na verdade na parte de animes é quase inexistente e na parte de mangás só agora estamos vendo uma política das editoras que facilita o contato com as mesmas, o que ajuda muito. Para quem quer falar de anime é necessário sempre recorrer para o que está acontecendo fora do país, mesmo assim vejo que estamos cada vez mais tendo uma Otakusfera (é mais ou menos a mesma coisa da tal Blogosfera Animística) com conteúdo de qualidade sobre as mais diversas obras e não um ou dois gato pingados falando de animes diferentes de shounens famosos, que ainda são os mais populares aqui.

Sinceramente, há muita gente que gosta de animes, mas poucos que leem blogs. Para atingirmos mesmo o grande público e popularizar coisas além das obras que ficaram famosas graças a tv nos anos 90 e início dos anos 2000, temos (os blogueiros e pseudo profissionais de sites famosos) que levar esse nosso conteúdo aos eventos de anime. Como alguém que organizou eventos desde 2006, sei que há muito mais público no país do que imaginamos e se queremos melhorar a situação dos animes e mangás no país temos que descer dos pedestais e passar a ir até o público e não esperar que o público venha até nós.

Se há ago que tem muito, pelos menos em detrimento do resto, são sites que falam de shounens famosos. Sei que é este assunto que atrai mais público, eu mesmo fiz um texto despreocupado sobre apenas o primeiro episódio de Saint Seiya Ômega (e olha que dropei a série faz uns 3 ou 4 meses) e já é uma postagem mais lida da história do blog nesses quase 4 anos de existência. Então sei como é complicado atrair público sem esse tipo de tema, mas não precisamos formar novos fãs de uma ou outra obra, precisamos formar nos vos fãs de anime e de mangá. Desde de 2004 os dois animes com mais cosplays em eventos nacionais são Bleach, Naruto, One Piece, Saint Seiya e Dragon Ball… é quase especial ver uma pessoa vestida de Kenshin… daí é fácil tirar como o pessoal conhece muitas obras. Não acho que uma pessoa precisa conhecer muitos animes ou mangás, mas uma coisa é gostar da mídia, outra é gostar da obra.

E desculpe se pareci irritado, é que as vezes pareço muito enfático no que digo

Vamos mudar um pouco o foco, sua vida pessoal, tá solteiro? tá afim de participar de um reality de namoros otakus que eu to bolando? Brincadeira. Quais você considera os animes da sua vida, seu favoritos de todos os tempos?

Tô solteiro, mas ainda não estou desesperado =D.

Pergunta difícil, mas a série da minha vida, que mais foi importante pra mim é Genshiken, mas meu anime preferido mesmo atualmente é One Piece e Genshiken é o segundo. E só para adiantar minha personagem preferida dentre todas, todas todas é a Asuka de Evangelion!

Então One Piece é seu anime favorito. Você sabia que a maioria dos otakus não assistiu e acha que é ruim? Mudando de assunto, como você avalia a situação do mercado brasileiro de mangás? Você compra? (e quais compra atualmente)

Agora eu fiquei assutado com essa notícia sobre One Piece, mas pelo menos se a maioria não viu posso passar por pseudo cult por preferir uma série que não é mainstream =D.

O mercado nacional de mangás evoluiu bastante desde o começo do século 21, embora vale lembrar que se publica mangás no Brasil desde o anos 80, o que começou de fato no século 21 foi a publicação de séries no formato original e não mais espelhado… Tenho um mangá publicado aqui no ano do meu nascimento por exemplo, Mai a garota sensitiva da editora abril de 1988. Nos últimos dois anos eu vi que as grandes editoras parecem finalmente ter tomado uma consciência maior do apelo dos fãs e vem melhorando a passos de tartaruga, mas vem melhorando, mesmo assim o mercado nacional ainda está a quem do que acho que poderia ser e nem é pela falta de uma diversidade maior de títulos, porque é um fato infeliz que o que realmente vende bem no brasil é shounen de porrada, alguns seinen e raramente um ou outro shoujo e jousei, mas o problema é que as editoras ainda entregam um material de qualidade muitas vezes duvidável. A Conrad por exemplo, antes da suposta falência, entregava materiais com uma qualidade muito boa mesmo e com o preço plausível pro mercado nacional, hoje em dia a JBC e a Panini tem duas das grandes franquias da conrad, One Piece e Evangelion, mas não tem uma pessoa que comprou a versão da Conrad e da nova editora que ainda não ache a versão da Conrad, em termo de qualidade de acabamento, papel e as vezes tradução, superior. Se quiser um exemplo mais próximo que a Conrad, podemos pegar a L&PM, lançou apenas dois mangás e possivelmente a única editora que tenha um qualidade próxima do material que ela lançou é a New Pop que virou um incógnita para os fãs devido aos atrasos extremos.

Sei que pra muita gente tudo que estou falando não importa, porque eles podem ter seus mangás todo mês, mas acho que o mercado ainda tem muito a evoluir e vale ressaltar que pelo menos em relação a Panini e New Pop, o mesmo problemas acontecem com os demais quadrinhos, não apenas com os mangás.

Não gosto de ler scans, então praticamente só acompanho quadrinhos lançados aqui, com relação a mangá eu os compro pela história e não pela qualidade em si da editora. De shounen eu compro, ainda Bleach, One Piece, Fairy Tail, Soul Eater, Kekkaishi, Beelzebub e Deadman Wonderland, de seinen estou comprando Monster, 20th Century Boys, Blood Lad, Evangelion (não lei os da JBC, mas coleciono) e Hadashi no Gen, além disso completei recentemente a coleção de Battle Royale. De shoujo eu compro Kimi ni Todoke e quanto a Yonkomas eu estou pra terminar K-ON. Costumo também comprar uma ou outra das séries de dois a quatro volumes

Crunchyroll veio pro Brasil, você acha que isso será bom ou ruim? Não é mais fácil doar para a Punch e baixar? (brincadeira)

hehehe
Pois é o punch pode ser mais barato e ter qualidade quase igual de legenda dependendo do anime… Não!

Eu sempre falei que stream é o futuro ou presente dos animes, uma alternativa que tem de ser explorada e a vindo do crunchyroll é um passo excepcional pro mercado brasileiro. Fiz uma conta na versão brasileira do Crunchyroll e passarei testando todo o serviço durante 1 semana para decorrer com calma sobre ele em meu blog, mas por hora, mesmo com os erros que ainda existem, estou gostando bastante do serviço té agora. Só em vê animes sem travar com legenda em português (pelo menos melhor que as do Punch) e com qualidade estupenda, o serviço está foda.

Você achou certa a atitude da Punch Fansub em tirar os animes? Alguns otakus ficaram revoltados.

Acompanhando o forum do Crunchyroll percebo que o único motivo para a birra de alguns é impossibilidade de fazer download, porque em questão de tradução no faz sentido algum se irritar com isso. Bem, achei que o Punch fez bem mais que eu esperava dele e o parabenizo por isso… acho que os demais subs deviam seguir o exemplo e todos deviam criticar o crunchyroll quando não gostar de algo e não ir chorar para um fansub.

Já falei isso várias vezes para muitos, mas vale dizer novamente: Os fansubs foram criados para nos trazer séries que não teríamos a oportunidade de ver por outros meios, assim sendo é totalmente plausível um sub deixar de legendar algo quando esse material é oferecido oficialmente e no caso ainda é oferecido com qualidade tão boa e em alguns (poucos casos) melhor.

Resumindo, o Punch a meu ver fez certo sim e creio que para aqueles que estão tristes pela impossibilidade do download (que era uma comodidade oferecida pelos subs) não fiquem tão desesperados, porque mesmo que ainda de forma não legal, alguém logo logo vai oferecer essas séries para download com as legendas do crunchyroll eu tenho plena consciência disso embora não apoie essa inciativa, porque finalmente poderíamos despertar o interesse das licenciadoras de material em home vídeo.

Aproveitando o tópico do crunchyroll indico a todos que visitem o forum da versão nacional, dar pra acompanhar legal os problemas e vantagens que ela está tendo pelo forum, basta ter alguma paciência para ler em especial os tópicos fixos (são poucos, mas como muitos posts já).

*tira óculos* desculpa, estava me bronzeando com a luz daqui. O que você acha desses otakus que veneram a cultura japonêsa acima de tudo? E falam mal da dublagem brasileira, entre outras coisas que são adaptadas aqui.

É melhor eu tirar meus óculos também… Talvez seja criticado aqui, mas é só uma fase… todo mundo tem um fase anarquista na infância ou adolescência e se você não passou por ela ainda é porque ainda não amadureceu o bastante.

Vamos agora a um bate-bola, eu digo uma frase ou uma palavra e você diz a primeira coisa que vem em sua cabeça. Preparado?

Pode mandar!

“eles adoram desenhos animados” fátima
Corram para as montanhas!

jbc e panini
Críticar e esperar

infância
Brincar com amigos

animes no brasil
Missão

ser otaku
Não se sentir louco por querer ajudar o Goku a fazer uma Genkidama.

Evilásio Junior
Eu

Anime Portfolio
Como cumprir minha missão

Então é isso, ficamos por aqui, muito obrigado mesmo pela entrevista! Pode usar esse espaço para divulgar, dar tchau, fazer propaganda da top therm, o que der na telha. Até a próxima pessoal!

Eu achei super legal e me senti homenageado mesmo com essa entrevista. Aproveitando o espaço, quem curte anime e mangá pode conferir o que eu e os outros autores produzimos lá para o Anime Portfolio – animeportifolio.wordpress.com e pra quem curte não só animes, mas quadrinhos, animações em geral, cinema, literatura games e tudo mais relacionado a cultura visual, tem lá os podcast do Yopinando, o semanal Yopinando Shinbun e o mensal Yopinando Podcast, basta acessar yopinando.wordpress.com para ver tudo.

Obrigado mais uma vez ao Philosophy Otaku pelo convite e sintam-se convidados para participar de um futuro podcast lá no AP e do Yopinando. Até mais galera!

Anúncios
Deixe um comentário

4 Comentários

  1. PrincessNebbia

     /  novembro 6, 2012

    Legal, gosto desse blog também, mas acho que vou acompanhar ele melhor… tao interessante…

    Responder
  2. kkk
    Ok, só li o “leitores inexistentes” e deu preguiça de ler o resto, mas vou ler depois u_U

    Responder
  3. Vês Sawada, não és o único a quem os filósofos fogem das postagens. *Cof*horadevoltarparaascolinas*cof*

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: